Como se recuperar mais rápido de uma gripe?

A recuperação mais rápida da gripe está ligada ao repouso e à hidratação do corpo. Por isso, fique atento às dicas!

Estamos em meio à uma epidemia de gripe fora de época, que é quando uma doença de caráter transitório ataca, ao mesmo tempo, grande número de indivíduos em uma determinada localidade.

Embora a gripe seja um problema de saúde bastante conhecido dos brasileiros, vivemos um tempo de incertezas devido a novas variantes do vírus, novas cepas e muitas dúvidas surgem sobre como se cuidar.

Entenda a gripe

A gripe é causada pelo vírus influenza. Normalmente, os casos são registrados com maior frequência com a aproximação do inverno, quando as doenças respiratórias se manifestam mais. Nos últimos meses, porém, temos acompanhado nos noticiários o aumento dos casos de gripe fora de época e da antecipação da vacinação para essa doença.

Segundo especialistas, a epidemia do subtipo de influenza H3N2 e o aumento geral de casos de gripe podem estar associados às festas do final de ano, viagens de férias e baixa imunização contra a gripe em 2021. A transmissão pela cepa H1N1 também é bastante comum.

Sintomas da gripe

O quadro geral dessas gripes é caracterizado por coriza, tosse, irritação na garganta, dor de cabeça e dor no corpo. Nos casos de infecção por influenza, o que chama mais a atenção é uma febre de início repentino e geralmente alta. Também é comum a presença de:

  • vermelhidão no rosto
  • cansaço
  • dor atrás dos olhos
  • secreções nasais
  • espirros

Em média, a gripe dura cerca de uma semana. Podendo durar até 10 dias, em casos mais graves.

Leia também:
Uma gripe pode virar pneumonia?

Os médicos alertam sobre a importância de não se automedicar, para não tardar o diagnóstico e nem agravar o quadro. Principalmente quando os sintomas surgirem em crianças, o ideal é buscar atendimento médico.

Prevenção

A vacina é a melhor maneira de se evitar a gripe e suas complicações. Todos os anos é necessário receber uma nova dose, já que sua composição é alterada de acordo com o tipo de vírus mais provável de se espalhar.

Cerca de 90% dos casos de gripe são prevenidos pela vacina, mas ela não protege contra outras infecções respiratórias, como o resfriado. O efeito preventivo da vacina é observado cerca de duas semanas após sua aplicação. Como o vírus utilizado na vacina é inativado em laboratório, não é possível que a vacinação provoque gripe.

As reações adversas que podem ocorrer costumam ser leves, como: dor no local da injeção, febre e mal estar que duram um ou dois dias. Há evidências de que quem recebe a vacina todos os anos desenvolve maior resistência à doença, por isso todas as pessoas que tiverem acesso à vacina devem recebê-la anualmente.

Tratamento

A recuperação mais rápida da gripe está ligada ao repouso e à hidratação do corpo. Por isso, fique atento às dicas:

1. Beber bastante líquido, como água, sucos naturais e chás.
2. Repousar para que o organismo concentre sua energia no combate à doença.
3. Manter uma alimentação equilibrada, com frutas, verduras, legumes e grãos, para fortalecer o sistema de defesa.
4. Priorizar o consumo de alimentos ricos em Vitamina C, incluindo folhas verdes escuras, mel e peixes.
5. Consumir alimentos quentes (mornos) ajudam a melhorar a irritação da garganta.
6. Assoe bastante o nariz para eliminar, o quanto antes, a secreção nasal.

Conte com a MedSempre para melhorar mais rápido. Nossos clientes têm acesso ao cartão de saúde que possibilita consultas com preços mais baixos, além de clínicas com uma excelente infraestrutura e médicos qualificados.

É só fazer o seu cartão e começar a usar imediatamente. Você ainda ganha descontos de até 70% em exames laboratoriais e de imagem.

Saiba mais em www.medsempre.com.br ou fale com a gente clicando aqui.

Se você gostou deste artigo, não deixe de ler também: